artigo

AT- ADVENTUROUS THINKING

AT- ADVENTUROUS THINKING


       O Pensamento Aventureiro amplia o pensamento criativo, promove inovações consistentes e ajuda a tornar os sistemas, produtos e estratégias de negócios mais robustos e sustentáveis. O pensamento aventureiro tem sido aplicado com sucesso nos currículos de educação corporativa, design de produto e serviços bem como na estratégia de negócios. Combinando as pesquisas mais recentes sobre caminhos neurais com o pensamento de design moderno, o Adventurous Thinking apresenta ferramentas e técnicas que permitem que cada pessoas que tenha contato com o método, seja mais curioso e inovador. Baseia-se na principal ferramenta das Cinco Lentes. Cada lente provoca um ponto de vista distinto e extremo em uma estrutura simples e compreensível. Usado como um conjunto, as lentes  pluralizam, ou seja, traz um sentido amplo e um aumento da diversidade.

 

O Espaço Negativo é aquele amorfo físico, emocional e longitudinal 1 - Espaço negativo é o que não é: que NÃO é o foco ou o sujeito, mas o contexto físico, duracional e perceptivo em que ele existe.


2. Pensando para o lado: O Thinking Sideways é uma extensão do Pensamento Empático e cria consciência de como nossas preferências pessoais ditam a maneira como interagimos com os outros - colegas de trabalho e clientes. O Pensamento Lateral é valioso para entender como suas tendências pessoais podem comprometer suas tomadas de decisão e interações. Na prática e o fofo DO cliente. 

3. Pensando para Trás: A Thinking Backwards usa informações de Análise do Ciclo de Vida para considerar onde um projeto ou produto termina e como os elementos e funções que compõem um produto, serviço, ou negócio podem ser aprimorados para um resultado mais preciso, econômico e sustentável.

4. Repensar: Re-pensar envolve redescobrir e explorar seus valores fundamentais. O ReThinking é uma lente extremamente importante para reconsiderar um produto, negócio ou estratégia usando a expertise interna como um recurso e as ferramentas para dinamizar e proliferar. Na prática e o foco NO cliente.

5. Parkour: O pensamento parkour é a estratégia de pensamento mais positiva em termos de risco. Quando bem-sucedido, resulta em um improvável salto de inovação. Caso contrário, lança novos entendimentos e significados sobre problemas e cenários cotidianos. Parkour NÃO requer um problema. 

 

       Enfim, um produto, serviço, oferta ou negócio existe para revelar seus múltiplos significados, ou seja transmitir a proposta de valor, de forma a "puxar" ou "empurra" seus clientes. O método AT, funciona exatamente desta, forma, ou seja, a cada lente pode-se difundir e proliferar o pensando em fases de ideação, similar ao conceito do Double Diamond do Design Thinking, sobretudo é necessária a convergência. Assim sendo, o pensamento aventureiro amplifica o pensamento criativo, promove a inovação e ajuda de forma consistente a desenvolver produtos, serviços e mais robustas e sustentáveis. Ainda é possível associar o AT a uma mentalidade ágil ao provocar deliberadamente os participantes em um estado de pensamento de desconforto suportável, onde todos são forçados a desenvolver novos caminhos neurais como alternativas ao seu estado mental "especializado". 

 

CRIATIVIDADE | INOVAÇÃO | ESTRATÉGIA

Mentor | Professor | Palestrante | Facilitador   
❤️ #inspirar pessoas #transformar negócios
????Transformador de Negócios